Græcia Antiqua INTRODUÇÃOARTECIÊNCIASFILOSOFIAGEOGRAFIAHISTÓRIALÍNGUALITERATURAMITOLOGIAMÚSICARELIGIÃO

Homero / Odisseia 19.559-67

TRADUÇÃO

Trecho do Livro XIX da Odisseia. Penélope, sem saber que fala com seu marido Odisseu, disfarçado de mendigo, descreve o reino dos sonhos.

E então a sábia Penélope respondeu-lhe novamente: 560 "Estrangeiro, os sonhos são verdadeiramente confusos, ambíguos e, para os homens, nem tudo se cumpre. Pois são dois os portões dos tênues sonhos: um é feito de chifre, e o outro de marfim. Os sonhos que passam através do cerrado portão de marfim 565 enganam, trazendo promessas que não se cumprem; mas, os que saem pelo polido portão de chifre, esses se cumprem, para os mortais que os vêem."
TEXTO GREGO
a

Imprenta

Artigo nº 0094
publicado em 11/01/1999.
Licença: CC BY-NC-ND 4.0
Como citar esta página:
RIBEIRO JR., W.A. Homero / Odisseia 19.559-67. Portal Graecia Antiqua, São Carlos. URL: greciantiga.org/arquivo.asp?num=0094. Consulta: 24/04/2017.
 
Portal Grécia Antiga ISBN 1679-5709 On-line desde 04/11/1997 f   t   i   i Sobre o Portal Ajuda FAQs Mapa do site Termos de uso 25/03/2017 ← novidades Contato Outras páginas do autor
 Wilson A. Ribeiro Jr., 1997-2017