Græcia Antiqua INTRODUÇÃOARTECIÊNCIASFILOSOFIAGEOGRAFIAHISTÓRIALÍNGUALITERATURAMITOLOGIAMÚSICARELIGIÃO

Eurípides / Ifigênia em Áulis 16-33

TRADUÇÃO

O trecho, parte do Prólogo, mostra o desabafo de Agamêmnon na presença do velho servidor. A tradução foi preparada há muitos anos atrás e revisada em 2005 para minha dissertação de mestrado.

AGAMÊMNON  Invejo-te, velho,  e invejo os homens cuja vida transcorre  sem perigos, obscura e sem fama;  invejo menos aqueles com honrarias. VELHO 20  Mas é aí que está a beleza da vida! Ag.Essa é contudo uma beleza inconstante,  e a honraria,  embora doce, dói ao se aproximar.  Ora assuntos divinos mal dirigidos 25  reviram a ida, ora as numerosas  vontades dos homens,  difíceis de satisfazer, também atormentam. Ve.Não admiro tais (pensamentos) em homem nobre.  Não foi para todos os bens que te engendrou 30  Atreu, Agamêmnon; é preciso que tenhas alegrias  e pesares, pois nasceste mortal.  Ainda que não queiras, os desejos dos deuses  prevalecerão.
TEXTO GREGO
a

Referências

Wilson A. Ribeiro Jr., Iphigenia Aulidensis de Eurípides: introdução, tradução e notas, Dissertação de mestrado em Letras Clássicas, São Paulo, FFLCH-USP, 2005.

Imprenta

Artigo nº 0046
publicado em 03/04/1998.
Licença: CC BY-NC-ND 4.0
Como citar esta página:
RIBEIRO JR., W.A. Eurípides / Ifigênia em Áulis 16-33. Portal Graecia Antiqua, São Carlos. URL: greciantiga.org/arquivo.asp?num=0046. Consulta: 23/04/2017.
 
Portal Grécia Antiga ISBN 1679-5709 On-line desde 04/11/1997 f   t   i   i Sobre o Portal Ajuda FAQs Mapa do site Termos de uso 25/03/2017 ← novidades Contato Outras páginas do autor
 Wilson A. Ribeiro Jr., 1997-2017